Conversas Íntimas
Lactacyd

Viagem ao interior cultural

Aproveite o tempo de descanso para enriquecer o conhecimento acerca do país e palmilhar um interior pronto a ser descoberto.

Pensar no interior do país como aborrecido, com pouco para fazer ou demasiado calmo é coisa do passado. Portugal está cheio de recantos por explorar. Fugir à dicotomia Lisboa-Porto pode trazer boas surpresas. Há imensos distritos carregados de história e de locais em que vale a pena investir. Pode não ter praias e mar, mas tem outras ofertas que vão surpreender. Faça as malas e prepare-se para as viagens inesquecíveis pelo interior de Portugal.

Beja

Comece por visitar o Museu Rainha Dona Leonor, onde se traça a história da cidade desde a pré-história até à atualidade. Siga para o Museu da Farmácia, onde tem a oportunidade de observar utensílios médicos e mobiliário do antigo hospital. Uma relíquia pouco conhecida. Aproveite ainda para conhecer o Museu Botânico, no qual se estuda a evolução e a preservação das plantas. Termine a viagem no imponente castelo de Beja.

Chaves

Não é só pelos deliciosos pastéis que se distingue esta cidade. No Norte interior, Chaves tem muitos recantos que vale a pena conhecer. O castelo de Chaves é um ponto de visita incontornável, assim como a ponte de Trajano, um marco romano. Faça uma viagem ao passado, explorando as termas romanas Aquae Flaviae, e cruze-o com o presente numa passagem pelo Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso. Por último, tire algum tempo para uma visita ao Museu Ferroviário de Chaves.

Évora

É uma cidade que respira cultura. Esteja atento aos pormenores encantadores, de diferentes épocas, em cada esquina. Vale a pena destacar o incontornável templo romano de Évora, Património Cultural Imaterial da Humanidade, pela UNESCO, bem como a coleção de carruagens. Para os mais corajosos, a Capela dos Ossos é um lugar que não podem perder. Na Igreja de São Francisco, honra-se a morte e mostra-se a efemeridade da vida.

Marvão

Valeria a pena só pelo castelo e pelas incríveis paisagens, mas há mais para ver. As ruínas de Ammaia revelam a herança romana. As caleiras de Escusa prometem surpreender pela beleza natural. Não vai querer perder também as estonteantes cascatas da Rabaça/Cabroeira e do Monte Sete.

Lamego

O castelo de Lamego, de construção anterior à fundação de Portugal, é um ótimo ponto de partida. Passe pelo Museu de Lamego, onde há oito coleções expostas, com várias peças únicas. Aproveite o ar puro e suba ao Santuário da Nossa Senhora dos Remédios. Antes de começar a subir as escadas, tire um momento para aproveitar a beleza e a imponente vista do fundo da escadaria. É de cortar a respiração.