Conversas Íntimas
Lactacyd

Seis livros para ler agora

Do romance ao thriller, da poesia às biografias fascinantes. Estes são os livros, publicados no que já correu do ano, que vai querer começar a ler hoje.

Um ano não chega para tudo. Há quem só consegue ler um ou dois livros, aproveitando a pausa para férias. Outros não passam sem ler, pelo menos, um exemplar todos os meses. Qualquer que seja a disponibilidade de agenda, estas são as nossas propostas prioritárias que prometem deixar o candeeiro aceso até fora de horas. Para se deixar apaixonar, para relaxar ou para pensar. Há livros para todos os gostos.

Um Gentleman em Moscovo

Depois de um sucesso estrondoso nos Estados Unidos da América – onde passou 46 semanas consecutivas no top dos livros mais vendidos –, o romance do escritor Amor Towles chega finalmente a Portugal pela editora Dom Quixote. É o primeiro livro do autor norte-americano publicado no nosso país e conta a história de um conde russo que, depois de escrever um poema que desagrada aos bolcheviques, é condenado a passar o resto dos seus dias no interior de um hotel. Hospedado num esconso, um lugar tão pequeno que lhe permite ouvir os próprios pensamentos. Nem Barack Obama lhe resistiu, admitindo que foi uma das obras que mais gostou de ler em 2017.

«Um Gentleman em Moscovo» de Amor Towles

Um dos maiores e mais surpreendentes bestsellers de 2017 chega agora às livrarias portuguesas.«Um Gentleman em Moscovo» uma leitura a não perder.Não deixe de ver e partilhar este fantástico booktrailer (©Delphine Burrus).

Publicado por Dom Quixote em Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2018

Homem-Tigre

Poético, irreverente, magnético. É o retrato de duas famílias atormentadas, ligadas por um casamento trágico, e de uma Indonésia rural e pobre, marcada por um passado de abusos e violência, e onde o folclore e o mundo real colidem. Quem o escreveu foi Eka Kurniawan – possivelmente “um próximo Prémio Nobel”, diz o Le Monde. Publicado em português pela Elsinore, o romance é “a prova de que tudo aquilo que Eka Kurniawan escreve vale bem a pena ser lido”, desta vez escrito pelo The New York Times.

«Pertinente, astuto e magnético, Homem-Tigre é a prova de que tudo aquilo que Eka Kurniawan escreve vale bem a pena ser lido.» — The New York TimesPoético e irreverente, arrojado e político. Já nas livrarias.

Publicado por Elsinore em Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018

Obra completa de Arthur Rimbaud

É um dos lançamentos mais aguardados em Portugal. A Relógio d’Água vai publicar um volume, nunca antes disponível em português, que inclui todos os poemas em verso do poeta francês, que abandonou a carreira literária com apenas 19 anos, por opção. A edição inclui duas obras em prosa já publicadas em Portugal – Uma temporada no inferno e Iluminações, este dos maiores trabalhos do autor e a última obra composta pelo francês antes de abandonar a escrita – e ainda cartas íntimas e literárias, escritas durante o período criativo do poeta, entre 1870 e 1875.

Fogo e Fúria

Não podia deixar de estar nesta lista. Polémico. Muito polémico. O livro de Michael Wolff oferece acesso privilegiado à Casa Branca e conta a história da presidência mais controversa de todos os tempos. A de Donald Trump, claro. Editado pela Actual Editora, sob chancela do Grupo Almedina, o livro tem uma escrita mordaz e contém informações detalhadas e revelações chocantes dos primeiros nove meses do mandato do atual Presidente norte-americano. O motivo que levou ao despedimento de James Comey, diretor do FBI; o segredo de comunicação de Trump; o que levou o Presidente a afirmar que Obama o tinha sob escuta… São algumas das questões que encontram resposta no livro.

«Fogo e Fúria», de Michael Wolff (Actual Editora) chega hoje às livrarias portuguesas!Conheça os pormenores das…

Publicado por Edições Almedina em Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

Béla Guttmann – De sobrevivente do Holocausto a Glória do Benfica

“O primeiro treinador superstar de futebol foi o homem que abriu caminho aos famosos treinadores da era moderna”, lê-se na sinopse do livro. Sobrevivente do Holocausto, jogador de futebol e treinador da década de ouro do Benfica, a de 60. Ah! E autor d’A Maldição, que perdura até hoje: “Nem daqui a 100 anos uma equipa portuguesa será bicampeã europeia e o Benfica jamais ganhará uma Taça dos Campeões sem mim.” A biografia chega-nos pelas mãos de David Bolchover, com publicação da Oficina do Livro.

O Homem de Giz

Nem todos são o que parecem, todos têm algo a esconder. O livro, que é uma espécie de thriller psicológico “com um toque de Stephen King e umas pinceladas de Irvine Welsh”, passa-se em dois registos, em 1986 e nos dias de hoje. Um grupo de crianças, agora adultos, vive um jogo que nunca terminou. Não é para todos. Para os que aguentam, é “fascinante”. Obscuro. Denso. Viciante. O livro de estreia da britânica C. J. Tudor foi publicado em Portugal pela Editorial Planeta.

Todos temos segredos. Todos somos culpados de alguma coisa. Nem sempre as crianças são inocentes. A partir de 16 de Janeiro encontre «O Homem de Giz» nas livrarias.

Publicado por Editorial Planeta Portugal em Sábado, 6 de Janeiro de 2018