Conversas Íntimas
Lactacyd

Ginásio: as modalidades que vão pôr todos a mexer

Encontrar o tipo de exercício que mais agrada não é tarefa fácil. Alguns são demasiado lentos, outros demasiado repetitivos… Se está farto da monotonia de algumas aulas, estas são as  modalidades indicadas para si.

A consciencialização de que o exercício físico faz bem à saúde e é necessário não só para emagrecer, mas também para fortalecer os músculos, o sistema respiratório e para uma melhoria generalizada leva muitas pessoas a correr para os ginásios.

Se já decidiu que quer mudar de vida e começar a praticar exercício físico, agora só tem de encontrar uma atividade que lhe encha as medidas. Fique a conhecer algumas das novas modalidades, que os ginásios oferecem, nas quais a monotonia não é uma opção.

Pound, para soltar a baterista que há em si

Este treino promete grande perda de calorias em pouco tempo – cerca de 900/hora. Numa aula de Pound, combina-se dança, ioga, HIIT (treino intercalado de alta intensidade) e ainda agachamentos. Isto tudo enquanto agarra em duas baquetas, que servem para marcar o ritmo e as repetições que se fazem ao longo do treino.

A combinação de movimentos faz com que praticamente todos os músculos do corpo sejam trabalhados. As vantagens estendem-se à melhoria da postura, da agilidade, da resistência física e da velocidade. As criadoras do conceito defendem ainda que a modalidade melhora a noção do tempo, a coordenação e a musicalidade.

E-Fit, para um treino eletrizante

Um treino é sinónimo de exercitar os músculos através dos movimentos, de forma a fortalecê-los e a tonificá-los. Há quem, de forma complementar ou mesmo para substituir o treino, procure a eletroestimulação para obter os mesmos efeitos.

O E-Fit vem combinar as duas práticas, através da eletroestimulação durante a prática de exercício físico. Com estimulação elétrica, o músculo contrai e relaxa com uma eficácia até dez vezes maior do que os exercícios sem estimulação elétrica. Tem ainda a vantagem de exercitar alguns músculos que, por serem de difícil acesso, não são muitas vezes contemplados em treinos normais, e treina um maior número de músculos ao mesmo tempo.

Sbarre, para um exercício delicado

Esta modalidade traz a delicadeza do ballet aliada ao pilates e ao ioga, resultando numa aula em que se treinam todas as zonas mais desejadas: abdominais, glúteos e pernas. Com a ajuda de uma barra, bolas e elásticos, o Sbarre promete um corpo típico de uma profissional de ballet: mais alongado, tonificado e definido.

Float Fit, para exercitar sobre a água

Não, não será uma reencarnação de Moisés a dar-lhe a aula e não vai andar literalmente sobre a água. Na verdade, terá uma aquabase, que é uma plataforma na qual irá permanecer durante meia hora, dentro de uma piscina. Depois? Agachamentos, abdominais e outros exercícios de fitness, tudo em cima da prancha. Estes treinos ajudam não só a tonificar e a emagrecer como a treinar a postura e o equilíbrio. Se cair… só tem de voltar a subir a bordo.