Conversas Íntimas
Lactacyd

Cérebro em forma

Dedicar algum tempo do dia para exercitar, de forma consciente, o cérebro vai ajudar a preservar e a maximizar as funções deste órgão.

O stress diário, as longas de trabalho e o cansaço acumulado fazem com que muitas vezes o cérebro não consiga acompanhar este ritmo. Cuidar do corpo tornou-se um mantra generalizado, mas cuidar do cérebro nem sempre ganha espaço na agenda. O cérebro é um dos órgãos mais importantes do corpo humano. É tão simples quanto isto: é o responsável por regular cada aparelho, cada órgão, cada função. É responsável pela fome, pela linguagem, pela respiração. O cérebro é o principal responsável pela performance no trabalho.

Toda a vivência do ser humano baseia-se no funcionamento do cérebro. O que não significa que este esteja sempre no nível máximo das suas capacidades. De vez em quando é necessário um conjunto de exercícios para que seja possível potenciar as suas funções e preservar as suas capacidades.

Pôr a leitura em dia

Com a crescente oferta televisiva, muitas pessoas acabam por trocar um livro por um filme ou uma série. Ambos são bons programas e ambos estimulam várias partes do cérebro. Mas se tem deixado a leitura para segundo plano, volte a pegar-lhe. Ler faz com que o sangue flua para as áreas da concentração, estimula a memória e cria associações visuais. Logo à noite, antes de se deitar, pegue num livro. Pouse o computador e desligue a televisão. Deste modo, evita que o cérebro fique agitado com a luminosidade dos aparelhos e acaba por ter um sono mais descansado.

Xeque-mate

Não precisa de ser um ás do xadrez. Até pode nem perceber as regras ou simplesmente não gostar de jogar. Mas a verdade é que qualquer jogo ajuda na capacidade de concentração, de pensamento estratego, de memória, de associação.

Se faz viagens de transportes públicos regularmente, aproveite para ocupar o tempo com algum jogo, como sudoku ou palavras-cruzadas, ambos estimulantes para o cérebro.

Jogos de tabuleiro também são um bom exercício. Se o xadrez está fora do baralho, pode tentar as damas ou jogos de família, com perguntas de cultura geral, mímica, desenhos. Além de divertidos, estimulam partes do cérebro muitas vezes sem se aperceber. Outra proposta mais em conta? O jogo do Stop. Tudo o que precisa é de papel, caneta e de puxar pela cabeça.

Atividades zen

Escolher atividades relaxantes pode, a princípio, parecer um contrassenso: se é para exercitar o cérebro não deveríamos estimulá-lo? Há atividades que ajudam no treino da memória, da criatividade e da concentração. O ioga é uma opção para ligar corpo e mente. Se prefere uma atividade com menos movimento, vá buscar os lápis de cor à gaveta, compre um livro de colorir para adultos, e dedique algum tempo do dia à pintura.

Uma ajuda extra


Tem sentido mais cansaço? Não consegue reter ou recordar tão bem informações? Talvez esteja na altura de começar a tomar um suplemento para a função cerebral e cognitiva. A gama MentalAction apresenta um conjunto de novos estimulantes cerebrais, com fórmulas avançadas e especificamente desenvolvidas para essa função. Uma gama com três produtos, cada um adequado a cada fase da vida:

  • MentalAction Adultos – desenvolvido especificamente para adultos ativos com uma vida profissional intensa e que procuram energia associada ao desempenho mental e cognitivo;
  • MentalAction Estudantes – desenvolvido especificamente para estudantes a passar por fases de maior exigência escolar (por exemplo, épocas de exames);
  • MentalAction 50+ – para pessoas depois dos 50 anos que procuram manter as capacidades de memória e concentração.

A gama MentalAction são SUPLEMENTOS ALIMENTARES. Os suplementos alimentares não substituem uma dieta variada nem um estilo de vida saudável. Manter fora da vista e do alcance das crianças. O efeito benéfico é obtido com a toma de um comprimido juntamente com uma cápsula por dia, após a refeição principal. Não exceder a toma recomendada. Não tomar em caso de alergia a algum ingrediente. Para mais informações consultar a rotulagem.